sexta-feira, 24 de março de 2017

Curso de Formação de Assessores/as em Leitura Popular da Bíblia

Description: CEBItimbre


Recife, 19 de março de 2017.


Passará o céu e a terra,
mas as minhas palavras não passarão. Mc 13,312.

Paz e bem.
O CEBI-Pernambuco está oferecendo um curso de formação de assessores/as em Leitura Popular da Bíblia a se realizar no biênio 2017/2018. O público alvo são os assessores/as de escolas bíblicas e lideranças das: comunidades, pastorais, igrejas, redes religiosas, grupo de mulheres, grupos de juventudes e toda e qualquer pessoa interessada em ler a Bíblia na ótica libertadora da leitura popular.
Para isso apresentamos uma proposta de calendário que será melhor definida após o nosso primeiro encontro a se realizar em:
Data: 29 de abril a 01 de maio de 2017 (das 8:00 do sábado, até as 13 horas da segunda-feira)
Tema: Exegese e metodologia da Leitura Popular da Bíblia.
Assessores: D. Sebastião Armando Gameleira e Ulisses Willy R. de Moura.
Local: Chácara San Diego - Terra Vermelha (Caruaru) seguindo na estrada para a vila Barra do Jardim:    https://www.facebook.com/ChacaraSanDiego/?fref=ts

Para os demais encontros temos como sugestão de datas e temas:
2o - 21 e 22 de outubro de 2017- Gênero .
3o -  31 de março e 01 de abril de 2018 - Política e Cidadania: justiça socioambiental.
4o - 12 a 14 de outubro ou 2 a 4 de novembro de 2018 - Religiões, culturas e etnias.

O objetivo específico do curso é auxiliar às lideranças comunitárias no método de Leitura Popular da Bíblia, proporcionando uma leitura libertadora dos textos sagrados, junto às diversas comunidades, ao mesmo tempo em que se abordam temas atuais de relevante interesse nas lutas sociais que atualmente tocam a vida dos/as brasileiros/as.
O objetivo geral é capacitar assessoras/es no método de LPB, sempre com um olho no texto e outro na vida.
Como chegar: Iremos usar carona solidária, alugar transporte ou dividir o valor da gasolina nos carros particulares. Maiores instruções no mapa em anexo.
O curso terá uma inscrição no valor de R$ 100,00 reais para as pessoas empregadas ou com alguma fonte de renda, e,  R$ 50,00 reais para quem se encontra desempregado e sem nenhuma fonte de renda. Este valor servirá para cobrir parte das diárias.
O CEBI contribuirá com 50% do valor das passagens que ultrapassarem R$ 100,00 reais, por pessoa, bem como com o restante do valor das hospedagens, alimentação e assessoria.
Obs: Trazer toalha; lençol, cobertor e travesseiro; roupa de piscina; prato, copo e talheres; agasalho para as noites frias; instrumentos musicais, Bíblia e o cancioneiro do CEBI. Quem quiser pode trazer barraca de camping ou rede.
Um abraço e esperamos a todas/os com muito carinho.

_____________________________________
Coordenação Estadual do CEBI-Pernambuco.

OBS: Preencha a ficha de inscrição e envie por E-mail até cinco dias antes do início do evento: cebi_pe@yahoo.com.br
Ou confirme sua presença por telefone: Sala do CEBI: 81 3231-6532; Josélio: 81 98701-6683; Mary Ruth: 98799-3623; Rosicleide (Mana): 81 98758-7776, Helivete 99520-8828.



___________________________________________________________________________________________________

Cebi Pernambuco

FICHA DE INSCRIÇÃO
Curso de Leitura Popular da Bíblia - 1ª Etapa

Nome :
Endereço:
Telefone:
E-mail:
Igreja/grupo/comunidade:
Profissão:
Escolaridade:
Idade:



Anexo:

  

Após 9,3 km (saindo da Rodoviária de Caruaru), ou, 9,1 km, partindo do Hospital Regional do Agreste Quem sai do Hospital Regional tem que fazer um retorno. Quando chegar no trevo da BR 104, pegar a direita, em direção à Rodoviária, e, depois, fazer o retorno no sentido de Agrestina.
Depois dos 9,1 ou 9,3 km, entrar à direita na vila de Terra Vermelha e quando chegar à delegacia e ao bar, seguir a direita pela estrada de terra. A partir daí serão mais 3,9 km em direção à vila de Barra do Jardim. A chácara San Diego se localiza do lado direito, um pouco antes de chegar na vila Barra do Jardim.


quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Description: CEBItimbre

Seminário Justiças socioambientais: águas.


Recife, 12 de setembro de 2016.


Prezada/o amiga e amigo assessora/or


Paz e bem.
Aproxima-se a data do nosso Seminário Estadual do CEBI Pernambuco, marcado para os dias 15 e 16 de outubro de 2016. O tema escolhido foi: “justiças socioambientais: águas.
O objetivo de nosso encontro é refletir e aprofundar as temáticas das justiças socioambientais, com foco nos acessos, consciências e responsabilidades nos usos das águas. Os desafios socioambientais, juntamente com a temáticas das juventudes, estão dentro do planejamento estratégico do CEBI Pernambuco e do CEBI Nacional, atendendo a necessidade urgente que temos de compreender estes temas e apontar soluções para os usos sustentáveis de nossas águas.
O objetivo geral é capacitar nossas assessorias para trabalhar a temática nas comunidades, sempre com um olho na Bíblia e outro na vida.
Você, assessora/or do CEBI, das comunidades, grupos e igrejas parceiras é nosso convidado. Venha, se achegue na construção de espaços responsáveis na utilização das águas.
Tema: Justiças socioambientais: águas.
Assessor: Monge Marcelo Barros
Datas: 15 e 16 de outubro de 2016 (aberto para quem quiser chegar na sexta feira a noite para dormida. Seminário das 8h do sábado até às 13h do domingo).
Público alvo: assessoras/es do CEBI; das igrejas, dos grupos e das comunidades parceiras interessadas/os no tema.
Local: Casa dos Oblatos de Maria. Rua Gilearde, 304 – Aldeia – Camaragibe/PE.
Como chegar:
A) De carro: Ir pela Estrada de Aldeia, até o Km 10,5. Após a lombada eletrônica, entrar na 3ª rua à direita (Rua Chico Mendes). Daí seguir até a Rua Gilearde, 304. É uma casa de esquina.
B) Quem vem da Rodoviária: 1) Pegar o METRÔ na Rodoviária, Linha Centro, sentido Estação CAMARAGIBE. 2) No Terminal Integrado de Camaragibe pegar o ônibus 2467 CHÃ DE CRUZ/TI CAMARAGIBE ou 2463 ARAÇOIABA/TI CAMARAGIBE. Após a lombada eletrônica, descer na 2ª parada (parada 90327 – Sítio Paraíso). Entrar na Rua Chico Mendes (no Google está como Rua Manain), que fica logo após a parada.
C) Quem chega de Avião: 1) Pegar o METRÔ na Estação AEROPORTO, Linha Sul, sentido Estação Recife e descer na Estação JOANA BEZERRA. 2) Fazer a baldeação para a Linha Centro, sentido Camaragibe  e descer na Estação CAMARAGIBE. 3) Seguir o roteiro B), a partir do ítem 2).
D) Quem mora na RM de Recife:
-Pegar o METRÔ em qualquer estação da Linha Centro, sentido Camaragibe e descer na Estação CAMARAGIBE. No TI CAMARAGIBE seguir o roteiro B, a partir do item 2), ou,
-Pegar o BTR em qualquer estação da linha 2450 TI CAMARAGIBE/CENTRO-BRT e descer no TI CAMARAGIBE. 2) No TI CAMARAGIBE seguir o roteiro B, a partir do item 2).
OBS: Os ônibus passam também na Praça de Camaragibe, para quem não for de Metrô. Também pode-se pedir informação sobre onde pegar os ônibus que vão para Aldeia, que as pessoas sabem informar.
ATENÇAO: No GOOGLE a casa pode ser localizada como Rua Gilearde, 104 – Aldeia (posto que o nº 304 não aparece). Outro Ponto de Referência é a conhecidíssima Rua do Cajá. A casa faz esquina da Rua Chico Mendes (no Google está como Rua Manaim), Rua Gilearde e Rua do Cajá. Fica a duas quadras da estrada de Aldeia.
O CEBI Pernambuco contribuirá com uma diária (R$ 90,00), metade do valor das passagens que superarem R$ 100,00, e a contribuição do assessor.
Os participantes contribuirão com a segunda diária mais suas despesas de passagens que não forem cobertas pelo parágrafo acima.
Obs: Trazer roupa de cama e banho, instrumentos musicais, Bíblia, cancioneiro do CEBI, e muita disposição.
Um abraço e esperamos a todas/os com carinho.


_____________________________________
Coordenação Estadual do CEBI-Pernambuco.

OBS: Se for possível ligue ou envie E-mail confirmando sua presença: cebi_pe@yahoo.com.br
Contatos para informações: Sala do CEBI: 81 3231-6532; Josélio: 81 987016683; Mary Ruth: 987993623; Rosicleide (Mana): 81 987587776

________________________________________________________________________________

Cebi Pernambuco

FICHA DE INSCRIÇÃO
Seminário Cebi – Justiças socioambientais

Nome :
Endereço:
Telefone:
E-mail:
Igreja/grupo/comunidade:
Profissão:
Escolaridade:
Idade:

Brasil: o terceiro país que mais lixo gera.

Brasil: o terceiro país que mais lixo gera
Leonardo Boff
WASHINGTON NOVAES volta e meia se faz presente neste espaço pois é um dos jornalistas mais bem informados sobre questões ecológicas daqui e de fora. Neste artigo do dia 17 de abril em O Estado de São Paulo, sob o título Em boa hora o Papa vai entrar em campo, refrindo-se à sua próxima encíclica sobre ecologia aborda com numerosos dados sobre o destino do lixo e dos materiais recicláveis. Hoje o sistema atual de produção o que mais produz são dejetos, lixo e rejeitos criando um problema grave para a qualidde de vida no planeta, especialmente os resíduos nucleares de altíssima perigosidade. Lboff
********************
É uma notícia auspiciosa (ESTADO, 5/4, caderno Aliás): o Papa Francisco pretende centrar no tema “meio ambiente e pobreza” sua primeira encíclica, a ser conhecida nas próximas semanas. O documento incluirá também em destaque as mudanças climáticas, junto com considerações sobre a desigualdade econômica no mundo e a afirmação de que “o homem esbofeteou o rosto da natureza”.
Se estivesse vivo, quem se alegraria com a notícia seria D. Hélder Câmara, arcebispo de Olinda e Recife, um dos criadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – cujo processo de beatificação e canonização acaba de ser aberto (ESTADO, 9/4) e que passou a vida dedicado a ações em favor dos setores mais carentes da sociedade.
No mundo de hoje, a questão não pode passar em branco. Principalmente o que acontece na área dos resíduos, do lixo, onde 15 milhões de pessoas – 4 milhões delas na América Latina – ganham o sustento das famílias trabalhando com a reciclagem de matérias (Banco Mundial, 16/1). Enquanto isso, diz a Agência de Proteção Ambiental norte-americana que no seu país 34 milhões de toneladas de alimentos são desperdiçadas a cada ano, são parte dos 5% do lixo mundial gerados naquele país (segundo a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento, os 34 paises mais ricos produzem 50% do lixo total no mundo, que chega a 1,2 bilhão de toneladas anuais (Amazônia.org, 17/1).
Não estamos fora das estatísticas. Há poucos dias o Ministério da Agricultura anunciou (6/4) que vai estimular o consumo de frutas e hortaliças “feias”, que não conseguem mercado, são jogadas fora e daqui por diante poderão ser vendidos diretamente aos consumidores. Segundo estudo da Embrapa, são 30% das frutas e 35% das hortaliças, por causa de embalagens inadequadas, danos no transporte e manuseio, inclusive nas centrais de abastecimento e supermercados. Isso num país que ainda tem, entre beneficiários do Bolsa Família e pessoas que vivem abaixo da linha de pobreza, cerca de 50 milhões de pessoas.
Somos o terceiro país no mundo (após China e Estados Unidos) que mais lixo gera. Estatísticas falam em 220 milhões de toneladas/dia, em torno de 1,2 quilo diário por pessoa. E os estudos mostram que só 58,% do lixo recolhido têm destinação adequada; 41,7% vão para 1.569 lixões e “aterros controlados” em 3.344 municípios. São Paulo gera 18 mil toneladas diárias de resíduos.
Mas há boas notícias. O Executivo federal vetou artigo na medida provisória que, por decisão do Senado, prorrogava por quatro anos o prazo dos municípios para fechar lixões. Já o município de São Bernardo do Campo informou há pouco tempo que estendeu para todas as residências, em toda a cidade, o processo de coleta seletiva; e que até 2017 chegará a 10% o total da reciclagem. O Ministério do Meio Ambiente e entidades representativas das indústrias produtoras de lâmpadas fluorescentes de vapor de sódio e mercúrio e luz mista fizeram acordo setorial para implantar a logística reversa na área, que permitirá receber de volta os rejeitos e dar-lhes destinação adequada. O sistema começará por cinco Estados (SP,RJ, PR, RS, MG).
Também vale a pena mencionar que no Departamento de Pesquisa da USP em São Carlos, SP, conseguiu-se retirar parte do lixo despejado em esgotos e utilizar na produção de concreto a areia, agora misturada à areia comercial. Além disso, cerca de 15% do que do que surge na limpeza está em plásticos, tecidos, papéis e “até preservativos (ambientebrasil, 23/3).
Já o engenheiro eletrônico e professor Luís Namura conseguiu, com uma equipe de pesquisadores, desenvolver, em laboratórios coligados ao Instituto Tecnológico da Aeronáutic, processo que dissocia a matéria em seus elementos componentes (quebra as moléculas) e, a partir daí, quando essas partículas se reagrupam, formar novos elementos úteis para propósitos humanos. A energia necessária vem do próprio resíduo, que deixa de ser lixo. Os subprodutos são totalmente inertes, formam uma pedra (composto cerâmico), com a consistência da brita, com valor comercial. E subprodutos do processo, como alumínio de embalagens tetrapack, podem ser recuperados. No processo também se pode recuperar energia, com co-geração, a partir dos gases. O processo já foi patenteado.
Em hora de avanços como esses, o Ministério de Minas e Energia consegue aval do Tesouro Nacional para empréstimo de R$3,8 bilhões, destinados a custear um terço das obras da usina nuclear Angra 3 (O Globo, 9/4) e aumentar a produção de energia – e do perigosíssimo lixo nuclear, para o qual não se encontrou ainda solução no mundo (aqui, ele continua a ser armazenado nas próprias usinas). O custo final da usina já dobrou em relação aos cálculos iniciais, está em mais de R$13 bilhões.
Já a Justiça federal embargou acordo da Prefeitura de Tabatinga (AM) com a da cidade de Letícia, Colômbia, que lhe permitiria importar o lixo da última, que não consegue, na temporada de chuvas, transferi-lo para um lixão. A Prefeitura de Tabatinga alega que já exportou seu lixo para Letícia em condições semelhantes.
E, para completar, continuamos mergulhados no drama do cancerígeno amianto, do qual somos o maior exportador (embora ele esteja proibido em mais de 50 paises). O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu que é constitucional a lei estadual que proíbe a extração e exploração do amianto crisotila ou branco (Fernanda Giannasi, 7/4) – embora haja legislação federal (9055/1995) em sentido contrário. No Brasil, são vendidas 150 mil toneladas anuais do produto, principalmente em 160 milhões de telhas, e 1,5 milhão de caixas dágua por ano. E há milhares de casos comprovados de doenças graves provocadas pelo produto.]
E assim vamos, para a frente e para trás, com a geração de resíduos urbanos, segundo a ONU (amazonia.org 12/1), crescendo três vezes mais rapidamente que a população mundial.
Washington Novaes
Estado de São Paulo 17/4/15

WASHINGTON NOVAES volta e meia se faz presente neste espaço pois é um dos jornalistas mais bem informados sobre questões ecológicas daqui e de fora. Neste artigo do dia 17 de abril em...
LEONARDOBOFF.WORDPRESS.COM

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Seminário Juventudes: desafios e formação de lideranças.


Seminário Estadual CEBI Pernambuco: Juventudes: desafios e formação de lideranças.

download.png



Recife, 18 de abril de 2016.


Olá, amiga e amigo assessora/or



Esperamos que estejam em paz!

Aproxima-se a data do nosso primeiro Seminário Estadual do CEBI Pernambuco, marcado para os dias 14 e 15 de maio de 2016. O tema escolhido foi: “juventudes: desafios e formação de lideranças”.

O trabalho com a juventude, juntamente com os desafios socioambientais, está dentro do planejamento estratégico do CEBI Pernambuco e do CEBI Nacional, atendendo a necessidade urgente que temos de compreender as temáticas pertinentes às juventudes e apontar marcos importantes na defesa de nossas juventudes.

Você, assessora/or do CEBI, das comunidades e igrejas parceiras é alvo de nosso convite. Venha, se achegue na construção de espaços acolhedores para as juventudes.

Tema: Juventudes: desafios e formação de lideranças.
Assessor: Izaías Torquato – Igreja Anglicana e mestrando em Ciência das Religiões/UNICAP.
Local: Santuários das Comunidades, Caruaru - BR 104, km 58 - sentido norte/Toritama.
Datas: 14 e 15 de maio de 2016 (aberto para quem quiser chegar no dia 13, à noite para dormida. Seminário das 8h do sábado até às 13h do domingo).
Público alvo: assessoras/es do CEBI; pessoas jovens e adultas das igrejas e comunidades parceiras interessados no tema.

O CEBI Pernambuco contribuirá com uma diária (R$ 70,00), metade do valor das passagens que superarem R$ 100,00, e a contribuição do assessor.

Os participantes contribuirão com a diária do domingo mais suas despesas de passagens.

Obs: Trazer roupa de cama e banho, instrumentos musicais, Bíblia e muita disposição.

Um abraço e esperamos a todas/os com carinho.

_____________________________________
Coordenação Estadual do CEBI-Pernambuco.


OBS: Se for possível ligue ou envie E-mail confirmando sua presença: cebi_pe@yahoo.com.br
Contatos para maiores informações: 81 3231-6532 (sala do CEBI); 81 987016683 (Josélio - CEBI); 81 973174217 (Hermínia - Santuário das Comunidades).